Karate-Do Tradicional www.budokan.com.br Florianópolis/SC


Drogas? Diga não!

Hosted by Via IP


Chojun Miyagi


Chojun Miyagi
(1888-1953)

Chojun Miyagi nasceu na cidade de Naha, em Okinawa, a 25 de abril de 1888, em uma família aristocrática. Eles trabalhavam com importação e exportação, e eram proprietários de dois navios que faziam viagens regulares à China continental, o que os colocava entre as famílias mais ricas da região.

Ele começou seu treinamento formal aos 11 anos, num dojo de Ryuko Aragaki. Aos 14 anos, ele foi apresentado a Kanryo Higaonna, e após um período de experiência imposto pelo próprio mestre Higaonna, ele foi aceito como estudante.

O treinamento era muito severo, com muitos exercícios de corrida e de força. Conta-se que às vezes Miyagi desmaiava ao executar o kata Sanchin, de tão exigente que era o mestre Higaonna na performance de seus alunos. Ele treinou por 13 anos desta maneira, até a morte de Kanryo Higaonna, tornando-se um poderoso karateka.

Mestre Miyagi então viajou para a China, sem dúvida uma oportunidade proporcionada a ele pela natureza dos negócios de sua família, cuja riqueza permitia-lhe se dar ao luxo de dedicar-se à sua arte em tempo integral. Sua busca era para localizar o mestre Ryuko, com quem Higaonna havia estudado junto. Ele foi incapaz de localizá-lo, mas conseguiu aprender algo das artes locais da região de Fukien, na China, em especial o kata Rokkishu, o qual o ajudou na criação do kata Tensho.

Ele continuou a treinar pelos métodos aprendidos com mestre Higaonna, sempre sob condições rigorosas e exigentes. Ele não limitava seu treinamento ao dojo. Cada momento em que ele estava acordado (e enquanto dormia, talvez) era dedicado à sua arte, sempre alerta, sempre preparado para defender-se de qualquer força, a qualquer momento.

Em 1921, ele foi escolhido para representar o Naha-te em uma apresentação para a visita do príncipe herdeiro Hirohito (que eventualmente viria a tornar-se Imperador), e realizou uma performance impressionante. Ele começou a visualizar o futuro das artes marciais de Okinawa, e em 1926, aos 38 anos, fundou o "Clube de Pesquisas sobre Karate", em companhia de Chomo Hanashiro (Shuri-te), Kenwa Mabuni (Shito Ryu) e Motobu Choyo, dedicando seus três próximos anos em treinamentos de kihon, kata, condicionamento físico e filosofia. Em 1929, ele foi convidado para ir ao Japão por Gogen Yamaguchi, quem poderia promover o Goju Ryu no Japão.

Jigoro Kano (o fundador do Judo) visitou Okinawa em 1927, e ficou tão impressionado com mestre Miyagi, que o convidou para ir ao Japão em 1930 e 1932, para fazer demonstrações em vários torneios. Foi em um desse torneios que um de seus estudantes avançados, Jin'an Shinzato, foi perguntado a que escola de Karate ele pertencia. Incapaz de responder (naquela época os estilos eram conhecidos somente por sua localização geográfica), ele dirigiu-se ao mestre Miyagi, quem concordou que um nome deveria ser escolhido para o seu estilo único.

Há um texto chinês chamado Bubishi, uma referência histórica muito popular entre os karatekas da época, e nele há oito poemas. O terceiro preceito diz: "O modo de inspirar e expirar é rígido e flexível". "Go" significa rígido e "Ju" significa flexível. Baseado no fato que o seu estilo era a combinação desses ideais, ele passou a se referir à sua arte como Goju Ryu, e em 1933 ela foi oficialmente registrada como tal no Butoku-Kai, a Associação Japonesa de Artes Marciais. No mesmo ano ele apresentou seu artigo "Um perfil do Karate-Do".

No ano seguinte, mestre Miyagi foi indicado como diretor da filial da Butoku-Kai em Okinawa, e viajou para o Hawaii no final do mesmo ano para lá introduzir o Karate. Após o seu retorno para Naha, ele foi premiado como uma comenda do Ministério da Educação por seu notável trabalho em serviço do campo da Educação Física.

Em 1936, ele retornou para China para mais estudos, desta vez em Shanghai. Após o seu retorno em 1937, ele recebeu um prêmio japonês equivalente à comenda recebida em Naha. Em 1940, ele criou os kata para iniciantes: Gekisai Dai Ichi e Gekisai Dai Ni.

A ocupação dos Aliados em Okinawa foi uma época muito turbulenta na história de Okinawa e da arte do Karate. Muitas vidas se perderam, inclusive um dos filhos do mestre Miyagi e seu aluno avançado Jin'an Shinzato. Ele foi forçado a deixar de lado seu treinamento enquanto sua terra natal era reerguida após a guerra. Em 1946 ele foi indicado como diretor da Associação Civil de Educação Física de Okinawa, e continuou seu treinamento, ensinando na Academia de Polícia e abrindo um Dojo no seu quintal. Foi lá onde treinaram An'ichi Miyagi, Seiko Higa, Meitoku Yagi, Ei'ichi Miyazato e Seikichi Toguchi e, por um breve período, Teruo Chinen, junto com outros notáveis karatekas.

Chojun Miyagi morreu em 8 de Outubro de 1953, de ataque do coração (que é a versão mais conhecida) ou uma hemorragia cerebral, aos 65 anos de idade. Seu legado vive através de seus alunos avançados e incontáveis karatekas, dos quais as vidas ele continua a influenciar.



Voltar Copyright © 1997-2002 BUDOKAN - Todos os direitos reservados Topo